<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=157485848881632&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">

Neuron: como a inteligência artificial pode reduzir custos de energia


14 de Abril de 2021 - tempo estimado de leitura:
Por: Diego Cavalcante

Cada vez mais se ouve falar em inteligência artificial e como ela pode se tornar aliada em determinadas situações. A IA faz com que computadores e máquinas imitem as funcionalidades de percepção, aprendizagem, solução de problemas e tomada de decisão das pessoas.

Conforme vamos avançando, dependemos mais ainda da tecnologia. Temos que enxergá-la como aliada, e por que não fazer isso também na gestão de energia? Energia é um insumo que usamos a todo momento, mas nem sempre damos a ela o devido valor, por ser intangível.


Por não ‘enxergarmos’ a energia, muitas vezes ela acaba sendo desperdiçada, o que acarreta prejuízo para as empresas. Para suprir essas perdas, a Luminae criou o Neuron, um sistema de monitoramento e inteligência que gerencia a gestão do uso de energia e a gestão global das unidades escolhidas dentro do  estabelecimento.

neuron-a-solucao-para-ter-maior-eficiencia-energetica-na-sua-empresa-ig

O uso do Neuron pode diminuir até 25% dos custos de energia dentro de uma empresa – calcule o quanto isso representa no final do mês e ao final de um ano. Mais um diferencial da ferramenta é a usabilidade fácil e customizável: o usuário ajusta conforme sua necessidade sem depender de uma equipe técnica especializada, criando autonomia e centralização na gestão.


Quando a conta de energia diminuir, você ainda vai ter medo da famigerada inteligência artificial?Fale com o Grupo Luminae!

Diego Cavalcante é Diretor de Gestão e Inteligência do Grupo Luminae

Ficou com dúvidas ou tem comentários? Preencha o formulário abaixo.